Todd Phillips acredita que o sucesso de Coringa não está ligado ao Batman

O diretor disse que o filme sobre Arthur Fleck vai além dos quadrinhos e trata de temáticas atuais

Redação Publicado em 02/01/2020, às 15h35

None
Joaquin Phoenix em Coringa (Foto: Reprodução Warner)

Coringafoi o destaque de 2019 para a Warner Bros.. Já se passaram meses após o lançamento do filme e o público continua disposto a discutir sobre a produção estrelada por Joaquin Phoenix e dirigida por Todd Phillips

O diretor está sendo questionado se o sucesso de Coringa é porque o vilão tem uma ligação com o Batman, um dos heróis da DC preferidos pelo público. O cineasta revelou, em uma entrevista ao Deadline, que as importantes marcas alcançadas pela produção é devido ao próprio trabalho. 

+++LEIA MAIS: Muito além de Coringa: os 10 melhores filmes de Joaquin Phoenix para o público [LISTA]

Para Phillips, o resultado final de Coringa vai além das histórias em quadrinhos ou da ligação com Batman e o universo DC. O sucesso do longa é devido ao trabalho de toda a equipe que se esforçou para o filme ter características próprias e pelas temáticas tratadas por ele. 

"Acredito que seja mais do que isso. Quer dizer, existem alguns temas no filme que realmente mexeram com as pessoas. [...] Quando fomos escrevê-lo, eu e Scott Silver queríamos criar algo significativo no espaço dos quadrinhos, mas também algo que tratasse do que acontecia em 2016, quando começamos a trabalhar no roteiro. É bastante óbvio o que estava acontecendo no nosso país em 2017 enquanto escrevíamos e queríamos realmente usar o Coringa para falar sobre a falta de compaixão e decoro no mundo", explicou. 

+++LEIA MAIS: Coringa: 7 curiosidades sobre os bastidores que você provavelmente não sabia

Ele continuou: "Estive em todo o mundo com o filme e, falando ao público, algumas pessoas veem isso como uma acusação da América e outras vêem como um espelho do que está acontecendo em seu país, tanto com a falta de compaixão e com as questões de riqueza e igualdade."

Coringabateu a marca de US$1 bilhão em bilheterias e foi o primeiro filme com classificação R - maior de 18 anos no Brasil - a alcançar esse número. Além disso, quebrou vários recordes de audiência, como o maior final de semana de estreia da história em um mês de outubro e o longa baseado em HQ mais lucrativo de todos. 

+++LEIA MAIS: Diretor de Coringa faria continuação com uma condição específica

Ainda, Joaquin Phoenix, que interpreta o Palhaço do Crime, é um forte candidato ao Oscar de melhor ator, com diversos críticos apontando que Coringaé um dos melhores trabalhos do astro de 46 anos. 


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'