Ator de Jesus em Paixão de Cristo critica quem 'bebe sangue de crianças'

Durante conversa sobre novo filme Sound of Freedom, Jim Caviezel comentou sobre teoria 'adrenocromática'

Mariana Pastorello (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 20/04/2021, às 14h16

None
Jim Caviezel em cena de Paixão de Cristo (Foto: Reprodução / Icon Productions)

Jim Caviezel, conhecido por Jesus em A Paixão de Cristo(2004), compareceu de forma remota ao Clay Clark 's Health and Freedom Conference em Tulsa, EUA. O evento reuniu teóricos da conspiração da extrema direita e aconteceu no dia 16. 

Durante a conferência, Caviezel comentou sobre o novo filme baseado em fatos Sound of Freedom (2020), no qual interpreta Tim Ballard, ex-agente do Departamento de Segurança Interna dos EUA quem deixou o trabalho para resgatar crianças do tráfico sexual infantil. 

+++LEIA MAIS: Christian Bale surge magro e de cabeça raspada em filmagens de Thor 4; confira imagens

Em paralelo à história do filme, o ator se pronunciou sobre a teoria “adrenocromática” - método como, supostamente, pessoas ricas torturam crianças para colher o sangue com adrenalina. De acordo com a teoria, a substância possui propriedades de rejuvenescimento. 

Confira parte da participação do ator durante o evento: 

+++LEIA MAIS: As 7 maiores bilheterias de filmes para maiores de 18 anos nos EUA - e Coringa não é o líder 

 

Caviezel ressaltou como Tim Ballard, inspiração para o personagem, salva a vida de crianças, e acrescentou: "Deveria estar comigo aqui em Tulsa, mas está salvando crianças, como comentamos. [A elite] as submetem a péssimas condições, e o fazem em todos os lugares (...) Precisamos da reza de vocês,” completou o ator. 

Na segunda parte do vídeo, Caviezel contou mais sobre a teoria: “Essencialmente, você[...] produz adrenalina quando está com medo.” disse o ator. “Se uma criança corre risco de vida, seu corpo produzirá adrenalina [...] É o pior horror, os gritos sozinhos... Mesmo nunca, nunca vistos por mim - não haverá misericórdia para quem faz isso,” finalizou o ator. 

+++LEIA MAIS: Harry Potter: 6 coisas sobre a história de Hogwarts que não fazem sentido [LISTA]


+++ HAIKAISS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL

+++SAIBA MAIS: 7 curiosidades sobre Heath Ledger: nome, caracterização do Coringa, melhor amigo e mais [LISTA]

Apesar de ter vivido apenas 28 anos, Heathcliff Ledger (mais conhecido por Heath) marcou o cinema com papéis como Patrick Verona em 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999) e Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)

Heath nasceu em Perth, Austrália, em 4 de abril de 1979. Neste domingo, completaria 42 anos. Confira sete curiosidades sobre o ator: da origem de nome a quem era o melhor amigo. 

+++LEIA MAIS: Além de Coringa: 4 papéis icônicos de Heath Ledger [LISTA]

Nome

O nome do ator, Heathcliff, foi inspirado em um personagem de O Morro dos Ventos Uivantes (1847), de Emily Brontë, livro preferido da mãe dele, Sally Ledger. Do mesmo romance, Sally tirou o nome de outra filha, Katherine. 


Primeiras experiências

Heath estudou na Guildford Grammar School, escola só para meninos, onde teve a primeira experiência como ator. Aos 10 anos, participou de uma montagem da peça Peter Pan.

+++LEIA MAIS: Warner queria a origem do Coringa de Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas; o que aconteceu?

Como ator profissional, um dos primeiros papéis da carreira foi em Home And Away (1988), espécie de novela teen a qual lançou várias estrelas australianas. Interpretou Scott por apenas 10 episódios e, apesar de ter feito muito sucesso, recusou propostas dos produtores para continuar.


Inspiração

Durante os anos de escola militar, Heath coreografou e dirigiu um grupo de 60 colegas para uma competição. Foi a primeira equipe masculina a disputar, e saíram vitoriosos. O ator comparou a apresentação ao estilo de Gene Kelly, de Cantando na Chuva (1952) e revelou como o dançarino era seu maior ídolo no cinema.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger apanhou de verdade em uma das cenas mais violentas de Batman: O Cavaleiro das Trevas


Xadrez

Heath era um adorador de xadrez e jogava desde pequeno. Aos 10 anos, ganhou o campeonato júnior da Austrália Ocidental. Quando adulto, continuou o hábito e jogava frequentemente no Washington Square Park em Nova York (EUA). 


Gambito da Rainha

A partir do amor pelo xadrez, em 2008, anunciou planos de iniciar filmagens da adaptação do livro O Gambito da Rainha (1983). Teria sido a estreia de Heath como diretor de cinema. 12 anos depois, o romance foi adaptado para uma produção da Netflix e foi a série mais assistida de 2020, segundo JustWatch.


Jake Gyllenhaal

Colegas de elenco em O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Heath e Jake Gyllenhaal se tornaram grandes amigos. O ator é, inclusive, padrinho da única filha de Ledger, Matilda.


Coringa

O vilão de O Cavaleiro das Trevas (2008) foi o papel de maior reconhecimento de Heath. Com ele, ganhou o Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante em 2009. Nas filmagens, projetou sozinho a composição do personagem. Segundo Heath, se Coringa fosse real, faria a própria caracterização.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger recusou o papel de Batman antes de ser eternizado como Coringa de Nolan: 'Nunca vou participar de um filme de super-herói'

Foi à farmácia, comprou maquiagem e aplicou-a sozinho. Depois, a equipe de maquiagem apenas replicava o visual criado por ele.