HOTLIST #50

A coluna semanal com os lançamentos mais quentes da música brasileira, escolhidos pela Rolling Stone Brasil

Redação | Curadoria: Camilla Millan, Isabela Guiduci, Julia Harumi Morita e Yolanda Reis Publicado em 11/04/2021, às 10h00

None

2021 é ano de festa na Rolling Stone Brasil! Este ano, debutamos e completamos 15 anos no Brasil. Foi uma longa caminhada de conteúdos - da nossa primeira capa, com Gisele Bündchen, ao nosso site, com diversas entrevistas, análises e notícias online. Muito mudou, e muito continua mudando.

É hora de celebrarmos um pouco da nossa história. Por isso, vamos mudar o formato da Hotlist depois de 50 edições: a partir do próximo número, a coluna volta a ser mais parecida com o formato apresentado nas nossas páginas impressas: edições mensais apresentando os lançamentos mais quentes, nacionais e também internacionais.

Em um projeto paralelo à Hotlist, levamos em conta o nome e traremos, semanalmente, listas bastante quentes: relembraremos a carreira de alguns dos principais artistas que ilustraram as capas da nossa revista, e faremos playlists com uma curadoria especial para destacar os aspectos mais "hots" da história deles - assim como republicaremos as melhores entrevistas com esses gigantes.

Esperamos que gostem da união da novidade com a viagem no tempo (e na história da Rolling Stone Brasil). Nos vemos! [Yolanda Reis, editora]


Agora que os anúncios já foram feitos, vamos para as novidades da semana. Rita Lee, Roberto de Carvalho, Toquinho, Qnipe e Clara X Sofia foram alguns dos artistas que apresentaram novas versões de grandes sucessos.

A lista dessa semana também conta com parcerias incríveis lançadas por Nêssa, Cronista do Morro, Gilsons, Jovem Dionísio, Felipe Antunes, Fábio Sá, Tulipa Ruiz, Vírus e Moxca.

Além deles, a cena nacional foi agitada por BaianaSystem, Antonio Carlos & Jocafi, Diogo Strausz, Boogarins, Marcelo Ricardo, Katze, Fabio Nogara, Torus, Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo, UANA, Daniel Santiago, Elana Dara, Ipásia, Zerzil, RoB e Atalhos.

Confira a HOTLIST #50:

Marcelo Ricardo - 'Adé'

Na última quarta, 7 de abril, o poeta baiano Marcelo Ricardo lançou um projeto multimídia de arrepiar. O projeto aborda, de forma sensível e potente, as relações afetivas entre homens negros pela perspectiva das comunidades de terreiro - e o vídeo foi acompanhado pelo lançamento do livro de poemas Aos meus homens.

As poesias de Marcelo Ricardo foram musicadas para o vídeo, disponível no YouTube - e o resultado inteligente é de uma beleza sem igual. Com cenas confessionais e performances, a filmagem tem uma beleza fotográfica sem igual, e há um bônus: os poemas juntos das trilhas sonoras estão disponíveis nas plataformas de streaming.

A voz potente de Marcelo Ricardo constrói a atmosfera suave, mas urgente dos poemas - e a trilha sonora de Laarapio completa a beleza do projeto. Adé é apaixonante. Confira: [Texto: Camilla Millan | @camillamillan]


Nêssa e Cronista do Morro - “No Repeat” e “Na Maldade”

É fã de pagode? E de trap? Nêssa e Cronista do Morro conseguiram juntar dois gêneros com muito talento e sensualidade - e o resultado ficou incrível. As artistas baianas lançaram os singles "No Repeat" e "Na Maldade" no dia 7 de abril para provar que é possível passear pelos estilos musicais com maestria.

Seja com o samba e trap em “No Repeat” ou com o arrocha de “Na Maldade”, as faixas entregam melodias dançantes e refrões que, realmente, é impossível ouvir sem deixar “no repeat.” Se você ainda não conhece as duas cantoras, é melhor ficar de olho: [Texto: Camilla Millan | @camillamillan]


Katze - “Trono de Lótus”

Katze apresenta o incrível, interessante e complexo “Trono de Lótus”, terceiro single da série de lançamentos do disco Fratura Exposta. Lançada na última quarta, 7, a música também vem acompanhada de um clipe repleto de psicodelia e com processamento de imagem em tempo real.

Trono de Lótus” é inspirada na carta de mesmo nome do Oráculo de Kuan Yin, deusa adorada em diversas culturas orientais. Repleta de significados, a música é uma viagem fascinante e extraordinária, potencializada pelo beat surpreendente - uma sonoridade que passeia pelo trap, rock e indie.

Para deixar a experiência ainda mais surreal e transcendental, a cantora e compositora curitibana Katherine Finn Zander, a Katze, traz o vídeo em formato de site interativo para o público explorar visualmente a atmosfera da música. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]


Fabio Nogara - “Algum Lugar”

Na última quarta, 7, o cantor e compositor paulista Fabio Nogara lançou o reflexivo clipe, dirigido por Fabio e Jean Gama, da música “Algum Lugar”, que integra o recém-lançado EP Mosaico.

A música pode ser ouvida sob várias perspectivas - e uma das interpretações possíveis é a saúde mental. Com isso, para refletir sobre a temática, o clipe apresenta o cantor mergulhado na própria solidão e propõe atenção à ansiedade e depressão. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]

ATENÇÃO: Aqui no Brasil, o CVV – Centro de Valorização da Vida realiza gratuitamente apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo todas as pessoas que querem e precisam conversar. Contato disponível pelo telefone 188 ou por meios online (e-mail, chat, Skype) com dados disponíveis no site.


Torus - “Dança Sincrônica”

Dança Sincrônica", música da banda Torus, ganhou um poético, profundo e complexo videoclipe, lançado na última quarta, 7. Com produção musical do vocalista Rafael Thomazini e direção de Cesar Netto, o clipe reflete a nova fase artística do grupo.

Para pensar a arte enquanto organismo completo e os desdobramentos a partir disso, o vídeo dialoga entre música, dança, cinema e filosofia. Assim como a lírica da canção, o clipe de “Dança Sincrônica” retrata a importância das relações humanas, prejudicadas pelo isolamento social devido à pandemia.

As cenas, com fortes referências surrealistas, seguem 3 personagens principais e cada um representa uma parte da essência humana. “Dança Sincrônica” é um conjunto artístico intenso, filosófico e daqueles que te deixa bastante reflexivo. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]


Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo - 'Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo'

Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo é o disco de estreia da banda de mesmo nome, formada por Téo Serson (baixo), Theo Ceccato (bateria) e Vicente Tassara (guitarra /teclados) e Sophia Chablau (voz /guitarra).

Lançado nas plataformas digitais pelo selo Risco, o álbum conta com nove faixas e traz um rock delicioso, o qual consegue mergulhar no rock alternativo e nadar em direção a bossa nova com muita espontaneidade. Vale enfatizar que o projeto foi produzido pela brilhante Ana Frango Elétrico.

Com jogos de palavras sinceros, divertidos e, às vezes, cítricos, a banda paulistana é, definitivamente, um grupo para ficar de olho na cena nacional. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


UANA - “Mapa Astral”

Não tem como não amar uma boa mistura de pop e R&B - ainda mais com a voz suave de UANA. A cantora pernambucana lançou “Mapa Astral” no dia 8 de abril para mostrar a potência da sensualidade.

O single estreou acompanhado de um clipe que reflete as escolhas sonoras de UANA, com uma estética sensual e empoderada. Hipnotizante, a produção fala sobre o fim de um relacionamento e a saída da zona de conforto: “Não deu para prever que ia ser assim/ não é sobre você agora é sobre mim/já que tava no fim então eu não vou me abalar.” [Texto: Camilla Millan | @camillamillan]


Rita Lee & Roberto - 'Classix Remix Vol. l'

Os grandes clássicos de Rita Lee e Roberto de Carvalho ganharam uma nova roupagem no novo projeto de João Lee, DJ, produtor e filho da dupla icônica da música brasileira. Disponibilizado nas plataformas digitais na última sexta, 9, Classix Remix Vol. l é a primeira parte de mais dois lançamentos previstos para os meses de maio e junho, respectivamente.

Para o primeiro volume, João reúne os DJs Gui Boratto, Dubdogz, Watzgood, Mary Olivetti, DJ Marky, The Reflex, Krystal Klear, Inner Soto, Harry Romero, Tropkillaz, Renato Cohen e Chemical Surf.

Os músicos revisitam 12 de músicas, entre elas, "ManiaDe Você", "Lança Perfume" e "Nem Luxo Nem Lixo". Nas novas versões, os vocais inebriantes de Rita Lee são acompanhados por um instrumental guiado por beats eletrônicos, que exploram diversos gêneros musicais. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


Toquinho - "Aquarela"

Na última sexta, 9, Toquinho se juntou à cantora Camilla Faustino para lançar nas plataformas digitais uma nova versão de "Aquarela" pela gravadora Deck. Produzida por Rafael Ramos, a canção trouxe com muita naturalidade novos tons de leveza e graciosidade para o clássico. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


BaianaSystem, Antonio Carlos & Jocafi, Diogo Strausz e JKriv - "Água"

O remix de "Água", feito por Diogo Strausz e JKriv, estreia o novo EP do BaianaSystem com a gravadora norte-americana Razor-N-Tape, que, no total, vai reunir quatro versões inéditas da faixa originalmente lançada no disco O Futuro Não Demora (2019).

Disponibilizado nas plataformas digitais na última sexta, 9, o remix traz um ritmo contemporâneo acelerado, o qual cria um maior contraste entre os beats eletrônicos e a mistura dos vocais com a percussão. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


Gilsons e Jovem Dionísio - “Algum Ritmo”

Gilsons e Jovem Dionísio lançaram o delicado, sensível e delicioso single, “Algum Ritmo”, na última sexta, 9 de abril. A música é aquele tipo de feat difícil de parar de ouvir, principalmente em momentos tão caóticos - interna e externamente.

Os vocais harmoniosos de Bernardo Pasaquali da Jovem Dionísio, e de Francisco Gil dos Gilsons, envolvem-se com uma melodia suave e aconchegante. Em um transbordar de sensações, “Algum Ritmo” manifesta leveza e esperança. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]


Boogarins - 'Manchaca: A Compilation of Boogarins memories, demos and outtakes from Austin,TX Vol. 2'

O Boogarins lançou nas plataformas digitais o segundo volume de Manchaca: A Compilation of Boogarins memories, demos and outtakes from Austin,TX, que encerra um ciclo de lançamentos da banda.

Com a ideia de "mostrar como a banda aperfeiçoou o ato de trazer o que era criado em sessões de improviso para dentro das músicas", o grupo apresentou registros dos processos de Lá Vem a Morte (2017) e Sombrou Dúvida (2018).

No primeiro disco duplo da carreira, a banda revisita o passado e resgata experiências pertinentes. "Começa em Você", "Derramado" e "Far and Safe" são faixas que você não pode deixar de dar o play! [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


Felipe Antunes, Fábio Sá e Tulipa Ruiz - "Água-Viva"

Com vocais rasgados e arrepiantes, Tulipa Ruiz entoa vigorosamente os versos de "Água-Viva", faixa da trilha sonora do filme Medeia por Consuelo de Castro, o qual estreou no streaming da Belas Artes na última sexta, 9.

Felipe Antunes, que assina a direção musical da obra, compôs a letra e a melodia da música em parceria com Fábio de Sá, que foi responsável pela harmonia da canção. O single, disponível nas plataformas digitais, antecede o lançamento do disco completo da trilha sonora.

Com uma poesia existencial, a canção retrata as dores acumuladas em uma vida imortal. "Feridas de morte que a mim só mutilam /Mutilam e relembram que o fim não virá /Mas sim minha memória virá /Lembrar pelas marcas do corpo - que o tempo acumulará," canta Tulipa Ruiz. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


Daniel Santiago - 'Song for Tomorrow'

Daniel Santiago, guitarrista indicado ao Grammy Latino, disponibilizou nas plataformas digitais o quinto disco da carreira, Song For Tomorrow, o qual conta com a participação dos músicos Eric Clapton, Joshua Redman, Aaron Parks, Kurt Rosenwinkel, Pedro Martins, Sergio Machado, Marina Marchi, Frederico Heliodoro, Charis Karantzas e Renato Galvão

Ao longo de 12 faixas, Santiago revisita as referências musicais que marcaram a infância dele, como Clube da Esquina e Duran Duran, e a relação dele com a música antes mesmo de se tornar artista. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


Atalhos, The Holydrug Couple e Gordon Raphael - 'Mesmo Coração'

A banda paulista Atalhos se juntou ao músico Ives Sepúlveda, do The Holydrug Couple, e o produtor Gordon Raphael, que já trabalhou o sucesso indie The Strokes, para construir o EP Mesmo Coração Remixes.

O lançamento, disponível nas plataformas digitais desde o dia 9 de abril, apresenta duas novas versões do single "Mesmo Coração", o qual fará parte do próximo disco do grupo, A Tentação do Fracasso, previsto para 2021.

Sepúlveda troca o radiante instrumental original por camadas de sintetizadores densos, pulsantes e de cores intensas, enquanto Gordon Raphael explora tons mais etéreos e acrescenta um eletrizante solo distorcido.

Os dois remixes ganharam clipes feitos por Gabriel Rolim, que deu vida às novas texturas sonoras com uma estética glitch. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


Elana Dara - “Aff”

Artista promissora, escolhida pelo YouTube Music como um dos nomes para ficar de olho em 2021, e dona de uma voz fascinante. Elana Dara lançou na última sexta, 9, o single “Aff”, acompanhado de um videoclipe.

Música mais madura da carreira, “Aff” reflete o novo momento sonoro e lírico da discografia da cantora. A faixa autoral, toda pensada durante o período de pandemia, mescla um flerte direto ao gênero pop junto da identidade musical da artista - voz potente e batida marcada com violão.

A canção apresenta uma melodia completamente envolvente e deliciosa - combinada ao deslumbrante desempenho vocal da cantora. Vindo de uma incrível artista como Elana, não poderia ser diferente.

Para além da música, “Aff” apresenta uma estética visual impecável no clipe. Com direção de Arthur Moric, o vídeo segue diversas Elanas em uma viagem pelas ruas de São Paulo com um belíssimo jogo de luzes e cenas, e muita cor vermelha, que potencializa a mágica da canção. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]


Ipásia - 'Voragem'

Lançado na última sexta, 9, o disco Voragem, da banda sergipana Ipásia, anteriormente conhecida como Tori, inicia uma nova fase dos músicos Alexandre Damasceno, Beatriz Linhares, Júlia Rocha, Ricardo Ramos e Tori.

Disponibilizado nas plataformas de streaming pelo selo PWR Records, o álbum conta com seis faixas feitas antes e durante a quarentena, as quais nos convidam para desconstruir e reconstruir ao som de um dream pop cativante. [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi] 


Zerzil - "Ressaca"

"Ressaca" é o novo single de Zerzil, representante do queernejo, cena que dá destaque para artistas LGBTQIA+ no sertanejo. Disponibilizada nas plataformas digitais na última sexta, 9, a música é aquela sofrência sobre um amor que deixa o coração ferido e é pior do que uma ressaca.

Gravada durante o FivelaFest, primeiro festival de música sertaneja do mundo criado e estrelado por artistas LGBTQIA+, a canção fará parte do disco Queernejo, o qual será divulgado aos poucos nos próximos meses e contará com a participação de outros artistas da cena.

"Ressaca" também ganhou um clipe, o qual utiliza efeitos visuais para simular uma viagem por diferentes décadas - no estilo WandaVision, entendeu? [Texto: Julia Harumi Morita | @the_harumi]


Qnipe e Clara X Sofia - “Tremendo Vacilão”

Já imaginou uma versão indie do hit da Perlla, “Tremendo Vacilão”? O coletivo multimídia Qnipe e a Clara X Sofia não apenas imaginaram como recriaram o sucesso brasileiro - dessa vez, com elementos da música pop contemporânea.

Lançada em todas as plataformas digitais na última sexta, 9, a música com a cara do Qnipe, em parceria com Clara X Sofia, revive aquele cativante e saudoso sentimento nostálgico. É muito difícil ouvir essa maravilhosa versão e não querer sair dançando pela casa.

Vale lembrar que Qnipe não é uma banda, mas um coletivo multimídia de Belo Horizonte formado por quatro artistas. O quarteto conta com Daniel Moreira, vocalista da banda Chicoeo Mar, Mateus Ribeiro guitarrista da banda Qairo, e pelos produtores e músicos, Gabriel Duarte e George Faria. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]


Vírus & Moxca - "Eu Não Quero a Sua Cruz"

O cantor Vírus e o artista plástico Moxca, Vírus & Moxca, lançaram na última quinta, 9, o single e o clipe "Eu Não Quero a Sua Cruz" através do selo 999 em parceria com a Altafonte.

Como revolução, "Eu Não Quero a Sua Cruz" é o grito dos dois artistas pretos baianos cansados das imposições coloniais. Acompanhado de beats poderosos, os versos intensos reforçam a urgência da mudança como vemos no trecho: “Eu não quero ser omisso”.

Dirigido pelos dois artistas, o clipe é uma imersão na mata e aposta em imagens e pinturas que fortalecem o significado da canção e sugerem um caminho de cura através da revolução. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]


RoB - “Nada Lá Fora”

Para estrear a carreira com autenticidade, a cantora pernambucana RoB lançou, na última sexta, 9 de abril, a convidativa música “Nada Lá Fora”, acompanhada de um videoclipe belíssimo, artístico e caseiro.

RoB combina a lírica em dois idiomas, português e inglês, com uma batida potente e uma estética sonora repleta de elementos da música eletrônica, que flertam com a psicodelia. É um trabalho único, autêntico e original. [Texto: Isabela Guiduci | @isabelaguiduci]


+++ LAGUM | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL