Olivia Wilde 'sofre' com a famosa política anti-spoilers da Marvel e Kevin Feige

Cineasta dirigiu Fora de Série, um dos destaques do cinema em 2019

Redação Publicado em 17/09/2020, às 09h00

None
Olivia Wilde (Foto: Divulgação)

Atualmente, dirigir um filme do MCU é um grande momento na carreira dos diretores e diretoras que fazem algum projeto da Marvel Studios. No entanto, o estúdio e Kevin Feige têm uma famosa política anti-spoilers, algo que a cineasta Olivia Wilde, responsável por Fora de Série (2019) "sofre" nas últimas semanas. A informação é do Cinema Blend.

Em agosto deste ano, de acordo com o site, foi reportado que Wilde foi contratada para dirigir um filme da Marvel, que pode ser centrado na Mulher-Aranha. No entanto, a produção ainda não foi confirmada. Em recente entrevista, perguntaram à diretora se ela poderia falar sobre o projeto.

"Tudo o que posso dizer é que esta é de longe a coisa mais emocionante que já aconteceu comigo", afirmou. "Porque não apenas sinto que posso contar uma história que, Deus, é como, me escute tentando evitar a espingarda de chumbo de Kevin Feige".

+++LEIA MAIS: Alguém percebeu que Will Smith "está" em Cobra Kai, série que volta ao universo de Karatê Kid da Netflix?

Os filmes da Marvel passam a ganhar mais detalhes divulgados ao público quando o lançamento se aproxima, mas o estúdio é bastante insistente que os cineastas não falem nenhum detalhe ou spoiler sem uma aprovação - por isso Olivia Wilde fez a piada em ser seguida por Feige com uma arma.

Quando saiu a notícia de que a diretora comandaria um filme do estúdio, foi informado sobre ser um protejo da Sony. Enquanto as duas empresas têm um acordo especial com o Homem-Aranha de Tom Holland, Kevin Feige não participa dos filmes da Sony com personagens da Marvel.

Porém, pode ser que o envolvimento do executivo nesses projetos mudou, ou Olivia Wilde irá dirigir algo da Marvel Studios, situado diretemente envolvido no universo dos Vingadores.

+++LEIA MAIS: McDonald's está com falta de ingredientes após sucesso do lanche de Travis Scott

A diretora está bem misteriosa sobre dirigir um filme do estúdio, mas sempre se mostra bastante empolgada: "Estamos vendo esse incrível fluxo de diretoras e contadoras de histórias tomando conta deste gênero, deste espaço de super-heróis, e infundi-lo com a própria perspectiva", disse na mesma entrevista.

"Portanto, não só posso contar a história como diretora, mas também desenvolver essa história, e é isso que a tornou tão incrível para mim", Olivia Wilde finalizou.


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'