Quando Paul McCartney viu John Lennon pela primeira vez - e o que pensou?

McCartney disse ter tido boas primeiras impressões sobre o colega de Beatles

Redação Publicado em 06/10/2020, às 11h50

None
Paul McCartney e John Lennon (foto: Reprodução/ AP)

Em John Lennon At 80, especial da BBC sobre os 80 anos sobre o astro dos Beatles morto em dezembro de 1980, apresentado por Sean Ono Lennon, Paul McCartney revelou sobre como foi a primeira vez na qual viu John Lennon e das primeiras impressões sobre o músico. A informação é do Yahoo Entertainment.

"Eu o vi algumas vezes e pensei: 'Uau, você sabe, ele é um cara de aparência interessante'", disse McCartney ao filho mais novo de Lennon. "E então, uma vez, também o vi em uma fila de 'fish and chips' e disse: 'Ah, é aquele cara do ônibus".

+++LEIA MAIS: 50 anos sem Janis Joplin: os 7 maiores sucessos, e 7 músicas esquecidas que valem a pena ouvir [PLAYLIST]

Ele continuou: "Estou falando comigo mesmo, na minha mente pensei: 'Eu vi aquele cara fora do ônibus, oh, ele é muito legal. Sim, você sabe, ele é um cara legal'". De acordo com o site, tudo que o músico sabia na época era sobre ele e John Lennon compartilharem um gosto semelhante na moda "Teddy Boy" dos anos 1950 de jaqueta longa, cabelo penteado para trás e calças compridas.

"Eu não sabia nada sobre ele, exceto que ele parecia muito legal. Ele tinha aparadores longos e cabelo engraxado para trás e tudo... era o visual do Teddy Boy", relatou Paul McCartney. "Todos nós tentávamos fazer um pouco disso naquele momento, então se você alguma vez notou alguém que estava tentando fazer isso, você pensou: 'Provavelmente me darei bem com ele'".

Porém, o baixista "não sabia nada sobre ele [...], exceto que o tinha visto no ônibus e na loja de 'fish and chips'".

+++LEIA MAIS: Os 500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos da Rolling Stone

McCartney conseguiu conhecer John Lennon melhor quando Ivan, amigo comum entre os dois, apresentou um ao outro em uma feira de salão de igreja em  julho de 1957, no qual Lennon se apresentava com uma banda chamada The Quarrymen.

O músico "meio que ficou com eles no intervalo" e, então, a amizade com o compositor floresceu. Inclusice, Lennon fez visitas regulares na casa de Paul McCartney para aprender acordes e praticar.

"Eu olho para trás agora como um fã", adicionou McCartney. "Eu penso: 'Uau. Quanta sorte eu tive em encontrar este estranho Teddy Boy fora do ônibus que acabou tocando música como eu, e nós ficamos juntos e, cara, nós nos complementamos'. Você sabe, foi um pouco yin-yang".


+++ TERNO REI: ‘ANTES DE LANÇAR, VOCÊ NUNCA SABE SE É BOM OU RUIM’ | ROLLING STONE