Pulse

Shows do Helloween no Brasil vão atrasar lançamento do novo disco

A banda alemã passa em diversas cidades brasileiras, incluindo o Rock in Rio

Redação Publicado em 05/08/2019, às 14h48

None
Andi Deris, vocalista do Helloween (Foto:CTK/AP Images)

Em julho, o Helloween usou a conta oficial do Instagram para anunciar que com os shows no Brasil o lançamento do novo disco vai atrasar. O álbum estava previsto para o início de 2020.

O grupo alemão vem ao país para substituir as apresentações do Megadeth. A banda cancelou todas as datas da turnê devido ao afastamento do vocalistaDave Mustaine para tratar um câncer na garganta, incluindo as que aconteceriam em solo brasileiro. O Helloween tocará em São Paulo (21/09), Uberlândia (23/09), Brasília (25/09), Florianópolis (28/09), Porto Alegre (01/10) e no Rock in Rio (04/10). 

Helloween publicou sobre o atraso de forma discreta, pois o aviso é só no último parágrafo de um texto divulgando o CD e DVD ao vivo United Alive com data de lançamento prevista para 4 de outubro deste ano. 

O registro mostra os shows da Pumpkins United Tour, turnê responsável pela reunião da banda com o antigo integrante e fundador do grupo, Kai Hansen, que deixou a banda em 1989 e com o vocalista Michael Kiske que saiu logo após, em 1993. 

+++LEIA MAIS: Com cancelamento do Megadeth, fãs querem homenagem a Andre Matos no Rock in Rio

"O Helloween deseja a  [Mustaine] uma rápida recuperação e irá cobrir as datas no Brasil, de última hora, fazendo com que as datas em estúdio sejam adiadas. Apesar disso, o Helloween está feliz em anunciar os novos shows no Rockfest, Roadfest e Rock Live e celebrar o dia de lançamento de United Alive (DVD) e United Alive In Madrid (CD), em 4 de outubro, com fãs brasileiros e seus colegas Iron Maiden, Scorpions e Sepultura naquele que é provavelmente o maior e mais lendário festival do mundo: Rock in Rio!", diz a legenda da publicação. 

O novo disco tem Michael Kiske e Kai Hansen ao lado dos demais integrantes: Andi Deris (voz), Michael Weikath e Sascha Gertsner (guitarras), Markus Grosskopf (baixo) e Dani Loble (bateria).

+++ LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019