Val Kilmer revela por que deixou de ser o Batman: ‘O Batman não existe’

Ator deixou franquia após atuar em apenas um filme, em 1995

Redação Publicado em 08/05/2020, às 08h54

None
Batman Eternamente (Foto: Divulgação/Warner Bros. Pictures)

Val Kilmer substituiu Michael Keaton no papel de Batman, nos anos 1990, mas deixou a franquia sobre o herói da DC Comics após interpretar o Homem Morcego em apenas um filme. 

Após protagonizar Batman Eternamente (1995), Kilmer retornaria ao papel em Batman & Robin (1997). Com a saída do ator, que alegou confronto de agenda com outro projeto, na época, George Clooney assumiu o papel do Batman.

+++ LEIA MAIS: Christian Bale revela por que não aceitou fazer um quarto filme do Batman

A produção de Batman Eternamente foi conturbada, com muitas tensões entre Kilmer e Joel Schumacher, diretor do filme. “Ele queria fazer A Ilha do Dr. Moreau porque Marlon Brando estava no elenco, então nos abandonou na última hora”, reclamou Schumacher em entrevista ao The Hollywood Reporter, em 2017, sobre a saída de Kilmer de Batman & Robin

Em novo artigo publicado no New York Times, Kilmer contou sobre uma visita dos netos de Warren Buffett visitaram as gravações do filme. O ator se vestiu de Batman para agradar as crianças, mas elas não estavam interessadas nisso, preferiam dirigir o Batmóvel e experimentar a máscara do personagem. Kilmer percebeu a importância do anonimato do homem atrás da máscara. “É por isso que é tão fácil fazer cinco ou seis Batman”, explicou. “Não é sobre o Batman. O Batman não existe.”

+++ LEIA MAIS: Com a armadura de kryptonita, Ben Affleck faz flexão em vídeo dos bastidores de Batman vs Superman; assista

Após Batman & Robin, fracasso de crítica com Clooney, o personagem apenas retornou às telonas com Christian Bale, em 2005, para o início de uma trilogia dirigida por Christopher Nolan.


+++ MINHA PLAYLIST.... FRANCISCO, EL HOMBRE | ROLLING STONE BRASIL