Os maiores esnobados do Oscar 2021: Destacamento Blood, Bacurau, Uma Noite em Miami e mais [LISTA]

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou a lista completa de indicados nesta segunda, 15

Redação Publicado em 15/03/2021, às 16h31

None
Destacamento Blood (Foto: Reprodução/Netflix) e Bacurau (Foto: Reprodução)

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou a aguardada lista de indicados ao Oscar 2021 nesta terça, 15. Apresentada por Nick Jonas e Priyanka Chopra Jonas, a lista surpreendeu ao deixar de fora alguns títulos aclamados das principais categorias. 

Outras produções foram totalmente esquecidas e não receberam uma única indicação. Pensando nisso, listamos os maiores esnobados do Oscar 2021, de acordo com grandes veículos de cultura internacionais. Confira: 

+++LEIA MAIS: 9 brasileiros que votam no Oscar - e como chegaram lá [LISTA]

Destacamento Blood (2020)

Segundo o Entertainment Weekly, Destacamento Blood foi injustiçado ao ser indicado apenas na categoria Melhor Trilha Sonora Original. O veículo também aponta como Delroy Lindo e Chadwick Boseman não receberam indicações pelo longa-metragem de Spike Lee.


Bacurau (2019)

No começo de 2021, Devika Girish apontou no The New York Times que Bacurau deveria concorrer a Melhor Filme no Oscar 2021. Infelizmente, as previsões dela erraram e o filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelle ficou de fora da premiação.

+++ LEIA MAIS: Sônia Braga e Alice Braga são indicadas ao Latino Entertainment Film Awards


The Mauritanian (2021)

Jodie Fostere Tahar Rahim estavam entre os nomes cotados para o Oscar depois do Globo de Ouro e do BAFTA, mas o The Mauritanian foi esquecido na lista da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Os Sete de Chicago (2020)

Aaron Sorkin foi esnobado na categoria de Melhor Direção, segundo a Rolling Stone EUA e a Variety. Anteriormente, o diretor de Os Sete de Chicago concorreu quatro vezes em Melhor Roteiro Adaptado, mas não conseguiu repetir o feito na direção. 

Apesar de ter sido esquecido na categoria, o filme pode levar os prêmios de Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Roteiro Original, Melhor Música Original, Melhor Fotografia e Melhor Edição.

+++ LEIA MAIS: Chadwick Boseman bate recorde de indicações no SAG Awards


Uma Noite em Miami (2020)

Para Rolling Stone EUA e Entertainment Weekly, o filme de Regina King parecia ser um dos favoritos para as categorias de Melhor Filme e Melhor Direção - a premiação poderia ter seguido os passos do Globo de Ouro e ter indicado três mulheres para esta última categoria. 

Contudo, Uma Noite em Miamifoi indicado apenas a Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Roteiro Adaptado e Canção Original.

+++ LEIA MAIS: Conheça Os 7 de Chicago, nova aposta da Netflix para o Oscar


A Voz Suprema do Blues (2020)

O EW também apontou que A Voz Suprema do Blues foi deixado de fora da categoria Melhor Filme, apesar de ter recebido cinco indicações: Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Figurino, Design de Produção, Maquiagem e Cabelo.


Relatos do Mundo (2020)

A Rolling Stone EUA também apontou Relatos do Mundo como esnobado. Apesar de não ter sido incluído nas principais categorias, o filme foi indicado para categorias técnicas: Melhor Trilha Sonora, Melhor Som, Melhor Fotografia, Melhor Design de Produção.

+++ LEIA MAIS: Conheça as diretoras que podem e devem ser reconhecidas nas premiações cinematográficas [LISTA]


 Era Uma Vez Um Sonho (2020)

Para o Deadline, Amy Adams poderia ter sido indicada por Era Uma Vez Um Sonho, de Ron Howard. O filme concorre em Melhor Atriz Coadjuvante com Glenn Close e Maquiagem e Cabelo.


+++ LAGUM: 'BUSCAMOS SER GENUÍNOS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL