Ozzy Osbourne pediu drogas a Robert Trujillo, do Metallica e reclamou: ‘Vocês são chatos’

Artistas colaboraram nos anos 1990

Redação Publicado em 09/07/2020, às 11h50

None
Robert Trujillo (Foto: Kevin Winter/Getty Images) e Ozzy Osbourne (foto: Vladimir Astapkovich/ AP)

Robert Trujillo, do Metallica, relembrou os bastidores da gravação de “Therapy”, parceria do Infectious Grooves com Ozzy Osbourne, e a convivência com o Príncipe das Trevas quando dividiram estúdio nos anos 1990, como lembrou o portal Terra.

Artistas da mesma gravadora, Ozzy gravava No More Tears enquanto a banda de Trujillo trabalhava no álbum The Plague That Makes Your Booty Move, primeiro álbum do Infectious Grooves. “Nos tornamos basicamente colegas de quarto”, contou o baixista em entrevista à Louder Sound. Ozzy corria pelos corredores, completamente enlouquecido, fazia muitas coisas na época”.

+++ LEIA MAIS: Metallica publica show icônico com ‘um dos melhores setlist de todos’ na íntegra; assista

Mesmo após a gravação dos vocais para a colaboração, Ozzy permaneceu muito tempono estúdio. “Ele dançava e fazia coisas loucas. ‘Vocês têm cerveja?’ Não. ‘Vinho?’ Não. ‘Vocês têm pílulas?’ Não. “Têm alguma cocaína?’ Não, Ozzy!”, narrou Trujillo. “Vocês são chatos”, foi a resposta de Ozzy para os colegas.

Mais tarde, o Infectious Grooves foi convidado para abrir shows da turnê de Ozzy. Oito anos depois, Trujillo foi convidado para tocar na banda do Príncipe das Trevas e conheceu Zakk Wylde, com quem toca o Black Label Society desde 2002.

Trujillo se tornou baixista do Metallica em 2003. 


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO