'É bom que conversem e baixem a bola', diz Mourão sobre reunião dos três poderes

O vice-presidente Hamilton Mourão comentou sobre uma possível reunião entre os três poderes

Redação Publicado em 13/07/2021, às 12h08

None
Vice-presidente Hamilton Mourão (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

Hamilton Mourão (PRTB) comentou nesta terça, 13, sobre uma reunião entre os chefes dos três podres, atualmente articulada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. Segundo o vice-presidente, o encontro será uma boa oportunidade para que conversem e “baixem a bola”.

Conforme noticiado pelo G1, Mourão comentou: "Acho que é bom que sentem e conversem, baixem a bola e baixem o tom que é o melhor para nação como um todo. Temos aí essa pandemia sendo enfrentada. Os índices [da Covid-19 no Brasil] estão caindo graças à vacinação. Vamos melhorar e para melhorar é preciso que todo mundo se entenda."

+++LEIA MAIS: Casal com camisa contra Bolsonaro é impedido de tomar vacina contra Covid-19

A articulação de uma reunião entre os três poderes acontece após Jair Bolsonaro (sem partido) encontrar Luiz Fux na segunda, 12 de julho. O presidente do STF comentou que articulará uma agenda para incluir o Legislativo em uma discussão sobre a relação entre as três instâncias. 

Declarações de Bolsonaro

As recentes declarações de Jair Bolsonaro provocaram um clima de tensão entre os três poderes. O presidente ameaçou não realizar as eleições de 2022 em caso de uma votação que não fosse “limpa”, que, segundo ele, seria realizada apenas com o voto impresso auditável.

+++LEIA MAIS: ‘Ou fazemos eleições limpas no Brasil ou não temos eleições’, ameaça Bolsonaro

Bolsonaro põe em dúvida a segurança das urnas eletrônicas, que, segundo ele, seriam fraudulentas. Recentemente, o presidente também afirmou que os resultados das eleições de 2014 foram fraudados e que Aécio Neves (PSDB) teria vencido Dilma Rousseff (PT).

Apesar de questionar o sistema eleitoral, não há indícios de fraudes, e especialistas e autoridades consideram as urnas eletrônicas seguras e confiáveis. O sistema, inclusive, foi o responsável pela vitória de Bolsonaro nas eleições de 2018 — mas o presidente afirma que, se não fosse a fraude, teria vencido no primeiro turno.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro fala em fraude nas eleições de 2014: ‘O Aécio foi eleito’


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL