Conheça os 8 discos indicados ao Grammy 2020 de Melhor Álbum do Ano - e quais as chances de cada um

Billie Eilish, Vampire Weekend e Ariana Grande são alguns dos nomes que concorrem na principal categoria da premiação

Julia Harumi Morita Publicado em 22/01/2020, às 14h52

None
Billie Eilish, Ariana Grande e Lizzo (Reprodução)

A Academia de Gravação já escolheu os vencedores do Grammy 2020 e está pronta para revelá-los no dia 26 de janeiro. No Brasil, a premiação será transmitida no Brasil pelo canal de televisão TNT.

E, enquanto todos esperam para descobrir quem serão os artistas premiados da edição, nós analisamos quais são as chances de vitória de cada disco indicado à categoria de Melhor Álbum do Ano.

O principal prêmio da cerimônia é disputado por artistas que tiveram grande repercussão e foram bem avaliados pelos críticos em 2019. Billie Eilish, Lizzo e Lil Nas X agitam a competição ao serem indicados tanto para Melhor Álbum do Ano quanto Artista Revelação.

Por outro lado, Ariana Grande, Lana Del Rey, Bon Iver e Vampire Weekend dificultam as chances dos novatos com álbuns bem conceituados dentro da célebre carreira deles na indústria da música.

Confira os discos indicados à categoria de Melhor Álbum do Ano e a chances de cada um de vencer:

I,I - Bon Iver


I,Ié o quarto disco de estúdio do grupo e recebeu 8.8 pontos na avaliação da Pitchfork, que descreveu o disco como um resultado honesto de uma "colagem de cubista feita com os elementos característicos do Bon Iver".

De acordo com a Billboard, a banda tem chances de vencer a categoria se levarmos em consideração o histórico de escolhas inesperadas, que incluem artistas alternativos, na categoria de Melhor Álbum do Ano.

+++ LEIA MAIS: VMA 2019: Billie Eilish, Ariana Grande e Taylor Swift são as grandes vencedoras da noite


Norman Fucking Rockwell - Lana Del Rey


Norman Fucking Rockwellé a prova de Lana Del Rey consegue explorar novos caminhos dentro do dramático universo boêmio e hollywoodiano criado pela artista. O disco arrancou elogios dos críticos e recebeu 9.4 pontos da Pitchfork.

A cantora tem boas chances de vencer o prêmio pelos mesmos motivos de Bon Iver. Mas, além disso, Lana não foi indicada para a categoria de Melhor Álbum Pop, o que pode ser um bom sinal de sorte na competição pela estatueta principal.

+++ LEIA MAIS: Lana Del Rey reclama de nota baixa recebida pelo novo disco e crítica responde


When We All Fall Asleep, Where do We Go? - Billie Eilish


When We All Fall Asleep, Where Do We Go? foi um dos grandes fenômenos do pop - se não o maior de todos - de 2019. Billie Eilish tem grandes chances de levar o prêmio e se tornar a vencedora mais jovem categoria, além de ser a primeira artista a levar a estatueta com um disco de estreia desde 2002. Com um pop provocativo, Billie e o irmão, Finneas, exploraram os sintetizadores e o autotune por meio de críticas, sarcasmos e desabafos melancólicos.

+++ LEIA MAIS: Billie Eilish, Taylor Swift e Guns N'Roses: Guia de shows internacionais no Brasil em 2020


Thank U, Next - Ariana Grande


O 5º disco de Ariana Grande deu continuidade ao legado da artista como diva pop, principalmente, com o hit que leva o nome do álbum e o single "7 Rings", que concorrem individualmente em outras categorias.

De acordo com a Rolling Stone EUA, Thank U, Nexté o melhor trabalho da cantora. E, caso a Academia escolha seguir pelo caminho do pop, Ariana tem grandes chances de vencer a categoria e conquistar pela primeira vez a estatueta da categoria principal.

+++ LEIA MAIS: A nova era do pop: Ariana Grande e Rosalía provam o porquê de estarem no topo [OPINIÃO]


I Used to Know Her - H.E.R.


A indicação de I Used to Know Her não gera muitas expectativas. Ao lado dos indicados a Artista Revelação e dos das divas pop, é difícil acreditar que H.E.R. levará o prêmio. Segundo a Pitchfork, a cantora tenta sair da zona de conforto do R&B tranquilo que predomina os trabalhos anteriores no novo álbum, mas acaba com um resultado confuso sobre os caminhos que pretende seguir.

+++ LEIA MAIS: A incrível história de como a banda Vitrola Sintética viajou até o Grammy Latino vira documentário


7 - Lil Nas X


Outro fenômeno que tomou conta das redes sociais foi Lil Nas X. Contudo, apesar do rapper ter conquistado a fama mundial praticamente no mesmo segundo em que lançou "Old Town Road", as chances do artista de levar o prêmio de Billie Eilish não são tão grandes se compararmos o desempenhos dos discos dos artistas.

Segundo a Rolling Stone EUA, o disco se afasta da mistura do rap com o country e se aproxima do rock. O trabalho de estreia do artista é um começo promissor, mas "ainda deixa mais perguntas do que respostas sobre quem o rapper quer ser".

+++Leia Mais: De Lil Nas X e Billy Ray Cyrus a Metallica e Orquestra Sinfônica: 7 parcerias musicais inusitadas de 2000 a 2019


Cuz I Love You - Lizzo


Lizzo concorre com o terceiro disco da carreira, Cuz I Love You. Apesar das pequena chance de vencer a categoria, a cantora ganhou destaque ao ser indicada para as quatro categorias principais: Melhor Álbum do Ano, Melhor Música do Ano, Melhor Gravação do Ano e Artista Revelação.

+++ LEIA MAIS: Lizzo quase desistiu da carreira no dia do lançamento do hit ‘Truth Hurts’; entenda


Father of the Bridge -Vampire Weekend

The Father of the Bride é o primeiro disco do Vampire Weekend desde Modern Vampires of the City, de 2013. A banda volta com o mesmo indie rock leve guiado pelas guitarras contagiantes, mas, desta vez, com letras mais alegres, segundo a Pitchfork.

Mesmo que o Grammy decida seguir o mesmo caminho dos últimos anos e entregar o prêmio para artistas alternativos, Vampire Weekend ainda compete com Bon Iver e o diva do indie pop, Lana Del Rey. Além disso, a banda também concorre a estatueta de Melhor Álbum de Música Alternativa.

+++ LEIA MAIS: Ezra Koenig defende as letras do Vampire Weekend: são impressionistas


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL