Por que Esquadrão Suicida de James Gunn não tenta se conectar ao DCEU?

Peter Safran e Charles Roven explicaram o motivo de James Gunn preferir um filme autônomo com reboot de Esquadrão Suicida

Redação Publicado em 06/07/2021, às 15h02

None
Idris Elba em Esquadrão Suicida 2 (Foto: Reprodução/YouTube)

A DCnão precisa ser o Universo Cinematográfico Marvel (MCU) e é uma lição que a Warner Bros. precisou de alguns anos para reconhecer acerca da concorrência. James Gunn também entendeu isso com reboot de Esquadrão Suicida - e não tenta conectar o longa-metragem às produções do Universo Estendido DC (DCEU).

Em entrevista ao CinemaBlend, o produtor Peter Safran explicou sobre a independência do longa-metragem: "É um filme autônomo. Penso que o Esquadrão Suicida está muito de acordo com o que fizemos com Aquaman e Shazam! no sentido de que a ideia era fazer um ótimo filme autônomo, e não se preocupe em como ele se encaixa em um universo mais amplo."

+++ LEIA MAIS: Os 10 filmes do DCEU, do pior ao melhor, segundo nota da crítica [LISTA]

Safran continuou: "[...] Estamos apenas fazendo um ótimo filme. Esse é o foco. Não precisa viver dentro de algum universo mais amplo, automaticamente. Acho que James [Gunn] provavelmente disse isso anos atrás. Sempre que ele falava sobre a construção de universos, ele sempre dizia, 'Apenas faça um bom filme. Faça um bom filme e, se merecer ser desenvolvido em algo mais do que isso, você descobrirá uma maneira de fazê-lo'."

Por fim, o produtor concluiu sobre o reboot de Esquadrão Suicida: "Mas você não precisa ter a ideia preconcebida de como tudo se encaixa ao fazer o primeiro filme. Então, para nós, é muito sobre apenas fazer um grande filme."

+++LEIA MAIS: Qual é a relação entre Superman e Bloodsport, de Esquadrão Suicida? James Gunn responde

Como lembra o CinemaBlend, porém, isso não significa o filme de James Gunn estará deslocado do universo. Pelo contrário, o produtor cinematográfico Charles Roven comenta sobre a referência ao Superman a partir do personagem Sanguinário (Bloodsport), de Idris Elba.

"Apenas esse conceito [de uma referência do Superman] permite saber que há alguma versão dele dentro do universo. Ou referenciando o relacionamento de Arlequina com Coringa dentro do universo. E o fato de você ter personagens do esquadrão anterior e muitos personagens novos, isso é pelo menos dentro do universo do Esquadrão Suicida. Mas a história em si pode facilmente ficar sozinha", explica em entrevista ao CinemaBlend.

+++LEIA MAIS: Por que James Gunn tirou tatuagem de Arlequina em Esquadrão Suicida 2?

O Esquadrão Suicida de James Gunn estreia simultaneamente nos cinemas e no HBO Max em 6 de agosto de 2021.


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL