Em meio à disputa judicial, Soundgarden recupera redes sociais: ‘Não publiquem teorias que culpem Chris Cornell’

Soudgarden anunciou que voltará a administrar as redes sociais da banda mesmo em meio à disputa judicial com Vicky Cornell

Daniel Kreps | Rolling Stone EUA. Tradução: Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 16/06/2021, às 20h06

None
Soundgarden em 2014 (Foto:Jack Plunkett/Invision/AP)

Soundgarden e o acervo de Chris Cornell anunciaram um acordo "temporário" na quarta, 16 de junho, no qual as redes sociais da banda serão transferidas de volta para os integrantes vivos. 

Em fevereiro, em resposta a outro processo entre a banda e o estado, Soundgarden disse em comunicado: "Por mais de um ano, as redes sociais do Soundgarden foram sequestradas; enganando e confundindo nossos fãs." Isso incluí o Facebook, Instagram e Twitter da banda, os quais eram administrados pelo acervo de Cornell e evitava que os integrantes vivos postassem sobre os assuntos da banda e outros projetos.

+++ LEIA MAIS: Quentin Tarantino cria playlist com as músicas dos seus filmes, de Soundgarden, David Bowie a Johnny Cash

O controle das contas nas redes sociais foi um dos muitos pontos de discórdia na batalha legal em curso entre o Soundgarden e a família do falecido cantor, comandada pela viúva Vicky Cornell. No entanto, o anúncio representa um descongelamento no relacionamento litigioso.

"Soundgarden e Vicky Cornell, a representante pessoal do acervo de Christopher Cornell, têm o prazer de anunciar que, a partir de 15 de junho de 2021, eles chegaram a um acordo temporário que irá transferir as contas de mídia social e site do Soundgarden para os integrantes restantes da banda, Kim Thayil, Matt Cameron e Ben Shepherd e seus gerentes, a Red Light Management," diz uma declaração conjunta.

+++ LEIA MAIS: Soundgarden lança disco ao vivo com registro de show histórico; ouça

"O acordo marca um primeiro passo produtivo para a cura e o diálogo aberto, e as partes desejam que as contas de mídia social celebrem as realizações da banda e a música, continuando a honrar o legado de Chris."

Vicky Cornell acrescentou em uma declaração: "Por meio de nossos esforços conjuntos de mídia social e nosso acordo temporário, minha família, junto com os integrantes sobreviventes do Soundgarden, esperam homenagear Chris e música dele por respeito e amor mútuos. Todos nós reconhecemos a profunda dor causada pela perda trágica de Chris e o caminho que ela nos levou."

+++ LEIA MAIS: Eddie Vedder chorou ao tocar Seasons, de Chris Cornell, em show na Alemanha

No primeiro post da banda de volta ao controle das redes sociais, ofereceram uma espécie de ramo de oliveira à Vicky. "Não há mais comentários sobre esposas, filhos, ex-namorados, outras pessoas significativas, irmãos, pais, tias-avós, primos de segundo grau, etc. de qualquer um dos atuais ou ex-integrantes da banda... Entenderam?!," Escreveram. "Além disso, não publique discussões ou teorias de conspiração fúteis culpando Chris Cornell pelo mal."

"Nosso site tem como objetivo celebrar a música, conquistas, carreira e legado da banda, junto com notícias e informações sobre quaisquer planos atuais e futuros, incluindo trabalhos solo relevantes," escreveu a banda. "Encorajamos nossos fãs a compartilhar comentários, elogios e críticas, mas esperamos que sejam apropriados, corteses e respeitosos uns com os outros e com a banda."

+++ LEIA MAIS: Músicas do Muse e Soundgarden bombaram após foto do buraco negro

Apesar do acordo "temporário", a banda e o acervo de Cornell ainda têm vários processos e contra-ações pendentes relativas à propriedade das gravações finais de Cornell com o Soundgarden, assim como a avaliação do valor da participação de Vicky na banda - herdada de Chris.


 +++ URIAS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL