5 motivos para acreditar que Alina deveria ficar com Kirigan em Sombra e Ossos [LISTA]

Malyen, interpretado por Archie Renaux, completa o triângulo amoroso

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 19/05/2021, às 13h04

None
Sombra e Ossos (Foto: Divulgação/Netflix)

Sombra e Ossos, série original Netflix baseada no livro homônimo de Leigh Bardugo, estreou no dia 23 de abril de 2021 no streaming e foi elogiada por público, crítica e leitores da obra original. Diversos fãs aguardam ansiosamente pelo anúncio da renovação da produção para a segunda temporada.

A série acompanha Alina Starkov (Jessie Mei Li), quem vive em um mundo destruído por guerras. Porém, a protagonista descobre ter um poder capaz de resolver essa situação. Na primeira temporada, o gancho do triângulo amoroso formado por Alina, Kirigan (Ben Barnes) e Malyen (Archie Renaux) intrigou os fãs.

+++LEIA MAIS: Por que Sombra e Ossos, novo hit da Netflix, quase não saiu do papel?

Veja, abaixo, cinco motivos para acreditar que Alina deveria ficar com Kirigan em Sombra e Ossos, segundo Screen Rant:


Amplitude dos poderes

Kirigan é basicamente um amplificador humano. Ou seja, o personagem amplia as habilidades de invocação do sol de Alina apenas por tocá-la. De acordo com o site, ele a encoraja a dominar e confiar no próprio poder.

+++LEIA MAIS: Com tramas e personagens interessantes, Sombra e Ossos mergulha no universo potente da fantasia [REVIEW]


Kirigan a deixa confiante

Kirigan sabe: Alina terá bastante sucesso - e diz isso a ela repetidamente. O personagem transmite confiança à protagonista, enquanto a ajuda a mostrar seu poder para o resto dos Grishas, assim como promete ajudá-la a cada passo do caminho.


Ambos são únicos

Kirigan fica muito feliz em encontrar Alina, porque passou centenas de anos sozinho. Os Grishas vivem mais - e os poderosos mais ainda. Como os invocadores são mais habilidosos, tornam-se essencialmente imortais. Como Screen Rant opinou, ambos compartilham uma conexão única.

+++LEIA MAIS: 6 motivos para maratonar Sombra e Ossos, nova série de fantasia da Netflix [LISTA]


Química

A química entre os dois é bastante muito forte, desde o momento no qual Kirigan descobre o poder de Alina. Em cada cena, é possível sentir a atração entre os dois personagens.


Extraem o melhor um do outro

Com Kirigan, Alina se sente forte. Mesmo quando discordam, o personagem desafia a protagonista para mostrá-la o quão forte e capaz ela é.

+++LEIA MAIS: Amou Sombra e Ossos? Conheça 4 séries de fantasia baseadas em livros fascinantes [LISTA]

Com Alina, Kirigan se abre e tem uma conexão emocional verdadeira - e até a deixa chamá-lo pelo nome verdadeiro - algo extremamente raro de acontecer.


+++ SUPLA: 'NA ARTE A GENTE TEM QUE SER ESPONT NEO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL


+++MAIS SOBRE SÉRIES: 5 vezes que Amy, de The Big Bang Theory, poderia ser demitida [LISTA]

Amy Farah-Fowler (Mayim Bialik) é uma das cientistas mais brilhantes de The Big Bang Theory. No entanto, isso não a impediu de ter algumas atitudes muito inadequadas no trabalho, como comer no laboratório ou até mesmo tirar uma soneca durante o expediente. 

Por ser uma sitcom, essas situações passam despercebidas pelo público, mas na vida real seriam prejudiciais. Confira cinco vezes em que Amy poderia ser demitida por ações inapropriadas, de acordo com Screen Rant.

+++ LEIA MAIS: Big Bang Theory: 4 vezes em que Amy deveria ter terminado com Sheldon


Comer no laboratório

Embora a série não deixe claro se comer no laboratório é proibido, com certeza é algo arriscado e poderia ser motivo para uma demissão. O espaço de trabalho deve ser um espaço limpo e organizado para garantir a segurança de todos. 

Porém, em episódios como A Hipótese do Parasita Alienígena da quarta temporada, Sheldon (Jim Parsons) e Amy almoçam juntos no laboratório, tocando em alimentos enquanto fazem experimentos. Sheldon até confunde uma amostra de cérebro com um sashimi.

+++ LEIA MAIS: 8 personagens de Brooklyn Nine-Nine e Big Bang Theory que dariam ótimos casais


Fraude de orçamento 

No episódio A Contaminação da Colaboração da 11ª temporada, Howard (Simon Helberg) visita o laboratório de Amy, equipado com ferramentas de última geração e até uma moderna cafeteira. 

Howard fica com inveja e então Amy revela ter colocado a cafeteira como "assistente de laboratório colombiano," com o nome de Eduardo no relatório de despesas. Fraude nos gastos do laboratório com certeza resultaria na demissão da cientista caso acontecesse na vida real.

+++ LEIA MAIS: 4 fatos sobre o começo de The Big Bang Theory que você provavelmente esqueceu [LISTA]


Levar material do trabalho para casa

Na quarta temporada, Amy trabalhou em um estudo sobre a dependência de nicotina usando macacos como cobaias. No episódio A Dissecção do Acordo, Sheldon visita o apartamento dela e se surpreende com um macaco fumando cigarros.

Amy explica como trouxe a cobaia "Ricky" para casa. Apesar do amor pelo animal, provavelmente o departamento no qual ela trabalha não estava ciente dessa decisão. 

+++ LEIA MAIS: Big Bang Theory: Kaley Cuoco fala sobre gravar cenas de sexo com o ex, Johnny Galecki


Cochilar durante o expediente

No episódio A Reação da Retratação da 11ª temporada, Amy e Bernadette (Melissa Rauch) conversam sobre o local de trabalho e Amy usa o aparelho de ressonância magnética para tirar um cochilo de vez em quando. Além de poder prejudicar um equipamento muito caro, dormir durante o expediente também não é nada ético. 


Usar o laboratório para se testar

No episódio A Hipótese do Parasita Alienígena da quarta temporada, Sheldon e Amy tentam descobrir a causa dos "sintomas angustiantes" que ela teve na última noite. Para isso, a cientista utiliza o laboratório para fazer diversos testes em si mesma, algo totalmente inadequado. 

+++ LEIA MAIS: Big Bang Theory: Kunal Nayyar revela planos originais para Raj e como ele mudou o personagem