6 adaptações cinematográficas de Orgulho e Preconceito, clássico de Jane Austen [LISTA]

De websérie ambientada nos dia de hoje a novela da Globo, conheça algumas versões do romance

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Itaici Brunetti) Publicado em 30/04/2021, às 16h40

None
Keira Knightley e Matthew MacFadyen em Orgulho e Preconceito (Foto: Reprodução)

Orgulho e Preconceito é um dos romances mais famosos do mundo. Escrito por Jane Austen e publicado pela primeira vez em 1813, o livro conta a história de um dos casais mais amados de todos os tempos, Elizabeth e Darcy.

Com o sucesso da trama ao longo dos séculos, surgiram diferentes adaptações para o cinema e para a televisão. O filme de 2005, protagonizado por Keira Knightley e Matthew Macfadyen, é uma das mais famosas, vencedora do BAFTA.

+++ LEIA MAIS: 15 anos de Orgulho e Preconceito: Relembre as 4 cenas mais icônicas do filme [LISTA]

Posteriormente, novas versões chegaram às telas. Em uma delas, Elizabeth luta contra zumbis em um mundo apocalíptico, enquanto em outra é uma brasileira vivendo no Vale do Café no início do século XX. Confira essas e outras adaptações cinematográficas de Orgulho e Preconceito:


Orgulho e Preconceito (1995)

A série da BBC é uma das primeiras adaptações da história de Jane Austen. Nela, Jennifer Ehle e Colin Firth interpretam Elizabeth e Darcy ao longo de seis episódios. A produção foi muito aclamada pela crítica, venceu um Emmye recebeu indicações ao BAFTA.

+++ LEIA MAIS: Para superar o fim de Para Todos os Garotos: 7 produções de romance teen para maratonar na Netflix [LISTA]


Noiva e Preconceito (2004)

Em 2004, Orgulho e Preconceito ganhou uma versão bollywoodiana. Ambientada na Índia, Lalita (Aishwarya Rai Bachchan) é uma jovem decidida a ir contra as tradições do país e escolher o próprio marido enquanto o Sr. Darcy(Martin Henderson) é um americano orgulhoso. Os dois possuem uma relação bem-humorada de amor e ódio ao longo do filme, com números musicais e figurinos supercoloridos.


Orgulho e Preconceito (2005)

O romance de 2005 conquistou o público ao apresentar a romântica Elizabeth de Keira Knightley e o desajeitado Sr. Darcy de Matthew Macfadyen. A história possui lindos figurinos, cenas emocionantes e personagens muito queridos pelo público. Até hoje é uma das adaptações preferidas dos fãs.

+++ LEIA MAIS: 4 motivos para assistir The Map Of Tiny Perfect Things, novo romance do Amazon Prime Video [LISTA]


The Lizzie Bennet Diaries (2012)

E se Orgulho e Preconceito fosse baseado nos dias atuais? Nessa websérie, Lizzie (Ashley Clements) estuda comunicação e tem um canal no YouTube, enquanto Sr. Darcy (Daniel Vincent Gordh) é dono de uma empresa de entretenimento. Além dos vídeos de Lizzie, a trama teve alguns spins-off do ponto de vista de outras pessoas e todos os personagens tinham perfis reais nas redes sociais.


Orgulho, Preconceito e Zumbis (2016)

No Século XIX, uma misteriosa praga toma conta da Inglaterra transformando a população em zumbis. Agora, a habilidosa guerreira Elizabeth (Lily James) e orgulhoso Sr. Darcy (Sam Riley) precisam deixar as diferenças de lado e unir forças para salvar o país. 

+++ LEIA MAIS: Já maratonou Bridgerton? Veja 5 produções de romance igualmente viciantes na Netflix


Orgulho e Paixão (2018)

O Brasil não fica de fora da lista. Em 2018, a Globo exibiu a novela Orgulho e Paixão, inspirada em diferentes histórias de Jane Austen, como Orgulho e Preconceito, Emma e Razão e Sensibilidade. A produção foi estrelada por Nathalia Dill no papel de Elisabeta Benedito e Thiago Lacerda como Darcy Williamson.


+++ FBC E VHOOR | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL


+++SAIBA MAIS: 7 curiosidades sobre Heath Ledger: nome, caracterização do Coringa, melhor amigo e mais [LISTA]

Apesar de ter vivido apenas 28 anos, Heathcliff Ledger (mais conhecido por Heath) marcou o cinema com papéis como Patrick Verona em 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999) e Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)

Heath nasceu em Perth, Austrália, em 4 de abril de 1979. Neste domingo, completaria 42 anos. Confira sete curiosidades sobre o ator: da origem de nome a quem era o melhor amigo. 

+++LEIA MAIS: Além de Coringa: 4 papéis icônicos de Heath Ledger [LISTA]

Nome

O nome do ator, Heathcliff, foi inspirado em um personagem de O Morro dos Ventos Uivantes (1847), de Emily Brontë, livro preferido da mãe dele, Sally Ledger. Do mesmo romance, Sally tirou o nome de outra filha, Katherine. 


Primeiras experiências

Heath estudou na Guildford Grammar School, escola só para meninos, onde teve a primeira experiência como ator. Aos 10 anos, participou de uma montagem da peça Peter Pan.

+++LEIA MAIS: Warner queria a origem do Coringa de Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas; o que aconteceu?

Como ator profissional, um dos primeiros papéis da carreira foi em Home And Away (1988), espécie de novela teen a qual lançou várias estrelas australianas. Interpretou Scott por apenas 10 episódios e, apesar de ter feito muito sucesso, recusou propostas dos produtores para continuar.


Inspiração

Durante os anos de escola militar, Heath coreografou e dirigiu um grupo de 60 colegas para uma competição. Foi a primeira equipe masculina a disputar, e saíram vitoriosos. O ator comparou a apresentação ao estilo de Gene Kelly, de Cantando na Chuva (1952) e revelou como o dançarino era seu maior ídolo no cinema.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger apanhou de verdade em uma das cenas mais violentas de Batman: O Cavaleiro das Trevas


Xadrez

Heath era um adorador de xadrez e jogava desde pequeno. Aos 10 anos, ganhou o campeonato júnior da Austrália Ocidental. Quando adulto, continuou o hábito e jogava frequentemente no Washington Square Park em Nova York (EUA). 


Gambito da Rainha

A partir do amor pelo xadrez, em 2008, anunciou planos de iniciar filmagens da adaptação do livro O Gambito da Rainha (1983). Teria sido a estreia de Heath como diretor de cinema. 12 anos depois, o romance foi adaptado para uma produção da Netflix e foi a série mais assistida de 2020, segundo JustWatch.


Jake Gyllenhaal

Colegas de elenco em O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Heath e Jake Gyllenhaal se tornaram grandes amigos. O ator é, inclusive, padrinho da única filha de Ledger, Matilda.


Coringa

O vilão de O Cavaleiro das Trevas (2008) foi o papel de maior reconhecimento de Heath. Com ele, ganhou o Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante em 2009. Nas filmagens, projetou sozinho a composição do personagem. Segundo Heath, se Coringa fosse real, faria a própria caracterização.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger recusou o papel de Batman antes de ser eternizado como Coringa de Nolan: 'Nunca vou participar de um filme de super-herói'