Oscar 2021: 6 papéis para conhecer Glenn Close, indicada ao Oscar como Melhor Atriz Coadjuvante

Atriz participou de grandes produções como A Esposa e 101 Dálmatas e concorre pelo filme Era Uma Vez Um Sonho

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 22/04/2021, às 18h27

None
Glenn Close (Foto: Getty Images / Frazer Harrison)

Com mais de 70 papéis ao longo da carreira, Glenn Close é uma premiada atriz, cantora e produtora britânica. Apesar de ter vencido o Emmy,Tony Awards e Globo de Ouro, possui o recorde de atriz com mais indicações ao Oscar - oito, no total - sem nenhuma vitória. Em 2021, concorre mais uma vez como Melhor Atriz Coadjuvante por Era Uma Vez Um Sonho (2020), da Netflix.

Close começou a carreira no teatro. Participou dos musicais da Broadway, como Barnum (1980) e The Real Thing (1983), e logo em seguida estreou no cinema com O Mundo Segundo Garp (1982). Desde então, reúne papéis em grandes obras, como Atração Fatal (1987), 101 Dálmatas(1996) e A Esposa (2017). Confira alguns filmes para conhecer a carreira de Glenn Close no cinema.

+++ LEIA MAIS: Glenn Close diz que ‘pode ser legal nunca ganhar um Oscar’


Atração Fatal (1987)

O advogado Dan Gallagher(Michael Douglas) tem a vida perfeita: casado, com uma filha e um ótimo emprego. Quando a esposa viaja por um fim de semana, ele tem um caso rápido com a executiva Alex Forrest (Glenn Close). No entanto, Alex não aceita o relacionamento casual e começa a fazer de tudo para entrar na vida de Dan de maneira obsessiva e controladora.


Ligações Perigosas (1988)

Para se vingar de Bastide, um antigo amor, a Marquesa de Merteuil (Glenn Close) pede ajuda ao Visconde de Valmont (John Malkovich) para seduzir Cécile (Uma Thurman), jovem prometida em casamento ao ex-amante. No entanto, inicialmente, o Visconde recusa a proposta porque quer conquistar outra mulher casada.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 5 filmes para conhecer Frances McDormand, indicada como Melhor Atriz por Nomadland [LISTA]

A Marquesa, por outro lado, não desiste facilmente e promete passar uma noite com o Visconde caso ele fique com Cécile. Mas esse jogo de sedução sai do controle e diversas intrigas surgem.


101 Dálmatas (1996)

Roger Dearly (Jeff Daniels) e Anita Campbell-Green (Joely Richardson) são donos de um casal de dálmatas que acaba de ter 15 filhotes. Cruella (Gleen Close) faz uma proposta para ficar com os cachorrinhos, mas eles não aceitam. Então, ela decide roubá-los. Agora, Roger e Anita precisam encontrar os filhotes antes da estilista usá-los para fazer um grande casaco de pele.

+++ LEIA MAIS: As 20 melhores atrizes do Oscar nas últimas duas décadas, da pior a melhor, de Meryl Streep a Olivia Colman [LISTA]


Albert Nobbs (2011)

Albert Nobbs (Glenn Close) é uma mulher disfarçada de homem para trabalhar como mordomo e sobreviver na Irlanda no Século XIX. Durante muitos anos, o plano deu certo. No entanto, a chegada do pintor Hubert Page (Janet McTeer) no hotel onde ela trabalha pode ameaçar o disfarce, pois, agora, os dois precisarão dividir o mesmo quarto.


A Esposa (2017)

Joan Castleman (Glenn Close) é uma escritora talentosa que abandonou a carreira para se dedicar a ajudar o marido, Joseph (Jonathan Pryce), a escrever livros. No entanto, Joseph se torna um autor de sucesso enquanto Joan não recebe nenhum crédito pelo trabalho e ainda enfrenta uma crise no casamento.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: conheça a carreira de Andra Day, indicada a Melhor Atriz


Era Uma Vez Um Sonho (2020)

J.D. Vance (Gabriel Basso) é um jovem estudante de Direito tentando conseguir o emprego dos sonhos quando se vê obrigado a voltar para casa por conta de uma crise familiar. Agora, precisa lidar com a complexa relação com a mãe (Amy Adams) enquanto relembra a infância ao lado da avó (Glenn Close).


+++ HAIKAISS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL


+++SAIBA MAIS: 7 curiosidades sobre Heath Ledger: nome, caracterização do Coringa, melhor amigo e mais [LISTA]

Apesar de ter vivido apenas 28 anos, Heathcliff Ledger (mais conhecido por Heath) marcou o cinema com papéis como Patrick Verona em 10 Coisas que Eu Odeio em Você (1999) e Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)

Heath nasceu em Perth, Austrália, em 4 de abril de 1979. Neste domingo, completaria 42 anos. Confira sete curiosidades sobre o ator: da origem de nome a quem era o melhor amigo. 

+++LEIA MAIS: Além de Coringa: 4 papéis icônicos de Heath Ledger [LISTA]

Nome

O nome do ator, Heathcliff, foi inspirado em um personagem de O Morro dos Ventos Uivantes (1847), de Emily Brontë, livro preferido da mãe dele, Sally Ledger. Do mesmo romance, Sally tirou o nome de outra filha, Katherine. 


Primeiras experiências

Heath estudou na Guildford Grammar School, escola só para meninos, onde teve a primeira experiência como ator. Aos 10 anos, participou de uma montagem da peça Peter Pan.

+++LEIA MAIS: Warner queria a origem do Coringa de Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas; o que aconteceu?

Como ator profissional, um dos primeiros papéis da carreira foi em Home And Away (1988), espécie de novela teen a qual lançou várias estrelas australianas. Interpretou Scott por apenas 10 episódios e, apesar de ter feito muito sucesso, recusou propostas dos produtores para continuar.


Inspiração

Durante os anos de escola militar, Heath coreografou e dirigiu um grupo de 60 colegas para uma competição. Foi a primeira equipe masculina a disputar, e saíram vitoriosos. O ator comparou a apresentação ao estilo de Gene Kelly, de Cantando na Chuva (1952) e revelou como o dançarino era seu maior ídolo no cinema.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger apanhou de verdade em uma das cenas mais violentas de Batman: O Cavaleiro das Trevas


Xadrez

Heath era um adorador de xadrez e jogava desde pequeno. Aos 10 anos, ganhou o campeonato júnior da Austrália Ocidental. Quando adulto, continuou o hábito e jogava frequentemente no Washington Square Park em Nova York (EUA). 


Gambito da Rainha

A partir do amor pelo xadrez, em 2008, anunciou planos de iniciar filmagens da adaptação do livro O Gambito da Rainha (1983). Teria sido a estreia de Heath como diretor de cinema. 12 anos depois, o romance foi adaptado para uma produção da Netflix e foi a série mais assistida de 2020, segundo JustWatch.


Jake Gyllenhaal

Colegas de elenco em O Segredo de Brokeback Mountain (2005), Heath e Jake Gyllenhaal se tornaram grandes amigos. O ator é, inclusive, padrinho da única filha de Ledger, Matilda.


Coringa

O vilão de O Cavaleiro das Trevas (2008) foi o papel de maior reconhecimento de Heath. Com ele, ganhou o Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante em 2009. Nas filmagens, projetou sozinho a composição do personagem. Segundo Heath, se Coringa fosse real, faria a própria caracterização.

+++LEIA MAIS: Heath Ledger recusou o papel de Batman antes de ser eternizado como Coringa de Nolan: 'Nunca vou participar de um filme de super-herói'

Foi à farmácia, comprou maquiagem e aplicou-a sozinho. Depois, a equipe de maquiagem apenas replicava o visual criado por ele.